A Pior Seleção Brasileira de Futebol de Todos os Tempos

Nessa semana o técnico Tite convocou a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2018. Uns nomes mais contestados, outros menos. Então em parceria com o Blog Enciclopédia do Futebol escalamos A Pior Seleção Brasileira de Futebol de Todos os Tempos. Confira.

Goleiro

No gol ele o mito Alex Muralha ou Alex Roberto como queiram. Muralha foi convocado pelo próprio Tite para um dos amistosos da Seleção Brasileira. Mas para alivio geral ele só ficou no banco da seleção.

https://www.instagram.com/championsshirts.cs/
Laterais

Vou ser sincero eu mesmo discordo da escalação de Léo Moura na lateral-direita. Mas a escolha dele pelos nossos parceiros faz sentido vendo sua discreta passagem pela seleção nacional, mas convenhamos que ele deu azar de nascer junto com Cafu, Cicinho, Maicon e Daniel Alves. Na esquerda Gefferson do Inter, com apenas 15 jogos nos profissionais foi convocado por Dunga após um corte inesperado de Marcelo. A partir de lá seu futebol sumiu e logicamente nunca mais foi lembrado para a seleção. Atualmente defende o CSKA Sófia da Bulgária.

Zaga

Na zaga uma dupla cada enxadada, uma minhoca. Pela direita Fabio Bilica, o jogador ganhou destaque na Itália. Foi muito convocado por Luxemburgo no ciclo olímpico de 2000. Sendo titular e um dos xerifes da zaga. No futebol brasileiro os maiores clubes que defendeu foram Grêmio e Goiás onde deixou reclamações dos torcedores bem como muitos cartões.

Pela esquerda outro jogador que não aliviava. Gladstone começou sua carreira no Cruzeiro e rumou para a Itália, onde foi inúmeras vezes emprestado pela Juventus para outros clubes. Para a seleção brasileira foi convocado duas vezes, para nossa sorte não entrou em campo. Atualmente joga no Botafogo-PB.

Volantes

O primeiro volante é o símbolo do fracasso de Emerson Leão a frente da Seleção Brasileira. Nada contra Leomar mas  o Leão eleger ele o capitão da Seleção não poderia dar certo. Ta certo eu sei que era um time B, convocar ele até passaria, mas titular e capitão não né. Foram 5 jogos na Copa das Confederações com apenas 1 vitória.

Ao lado de Leomar, mais uma polemica convocação de Luxemburgo. Mozart, volante de muita vontade e marcação, mas com a bola nos pés… Foi o capitão da seleção no fracasso das Olímpiadas de 2000. Desde lá nunca mais voltou a vestir a amarelinha e nem a recuperar o seu futebol.

Meias

Morais teve um ótimo começo de carreira no Vasco e isso culminou em sua convocação para um amistoso da Seleção Brasileira. Seu futebol evoluiu tanto que chegou a estar em uma pré-lista de convocados para a Copa América de 2007. Mas sua carreira decaiu e ele nunca mais teve chances na seleção. Atualmente ele defende o Brasiliense na disputa da Série D do Brasileiro. Ao lado dele mais um jogador que começou muito bem. Carlos Eduardo era tido como o novo Ronaldinho da base do Grêmio. Foi para o Hoffeinhem onde continuou se destacando e chegou a estar na pré-lista dos convocados para a Copa de 2010. Porém após sua ida para o Rubin Kazan da Russia seu futebol nunca mais foi o mesmo. è considerado uma das piores contratações do Flamengo nesse século. Atualmente defende o Paraná Clube.

Ataque

Um ataque de nervos isso sim. Ta certo Leandro começou a temporada marcando 5 gols em 8 jogos no Palmeiras. Mas os seus péssimos números em temporadas anteriores mostravam que era só uma fase passageira e realmente foi. Foi apenas um jogo e mesmo assim ele deixou sua marca com a camisa da Seleção Brasileira. Atualmente defende o Kashima Antlers do Japão.  Só consigo entender sua convocação por ser uma seleção com jogadores que só atuavam no Brasil.

Ao lado dele o mito dos mitos. O homem ousado, afinal não é qualquer um que chama Romário de preguiçoso. Afonso Alves foi o símbolo de contestação das convocações de Dunga. Seu sucesso pelo Heerenveen da Holanda justifica sua convocação. Afinal foram 48 gols em 48 jogos. Mas o que se viu depois não justifica a continuidade disso, apenas 1 gol em 8 jogos e um futebol que não chega nem perto do nível da seleção brasileira.

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *