Colecionador – William Santim

Amigos do Nagaveta.com, como já é tradição mais uma segunda-feira e mais uma entrevista com um colecionador. Dessa vez falamos com um apaixonado pela Sociedade Esportiva Palmeiras. O colecionador entrevistado é William Santim que nos mostra sua coleção com diversos focos mas todos tem algo em comum o seu amor pelo Palmeiras, confira.

O começo da coleção de William Santim

NaGaveta.com: Como começou a colecionar? Alguém em especial te incentivou?

William: Sempre fui um admirador das camisas do Palmeiras, entretanto não havia poder aquisitivo para isso, apenas em 2009 comecei a comprar camisas de loja mesmo. Na década de 90, quando o Palmeiras teve um dos melhores times da história, meu pai comprou duas camisas da Parmalat. Uma pra ele e uma pra mim (na época com 5 anos). Sempre adorei aquela camisa e usei até ela praticamente acabar (tenho ela guardada até hoje). Em 2012 meu pai me presenteou com a camisa que ele havia comprado pra ele. Foi o pontapé inicial da minha coleção. Logo depois comprei 3 camisas da era Parmalat pela internet. Algumas pelo Mercado Livre e outras pela olx. Enfim entrei nos grupos de colecionadores no Facebook e depois disso nunca mais parei. Desde então garimpo a compra de camisas antigas e atuais do Palmeiras.

 

NaGaveta.com: Sua coleção tem algum foco específico?

William: O Foco específico para uma camisa estar apta a ser da minha coleção é apenas um: ser uma camisa do Palmeiras. Entretanto na minha coleção posso dividir algumas classes que são os meus focos principais. Completar o time de 93/94 (Atingido), o leitor já viu no Facebook do Nagaveta.com. Completar o time de 1999 pós título da Libertadores (em andamento). Camisas de goleiro. Camisas na etiqueta. Camisas de jogo de diversas épocas. Camisas diversas do Palmeiras que não se enquadram nos mencionados acima.

Camisas de Jogo do Palmeiras

As Camisas Especiais da Coleção
NaGaveta.com: Qual camisa você destaca na sua coleção?
William: Analisando apenas a parte sentimental a camisa mais importante da minha coleção é a primeira. A que o meu pai me deu. Essa é a única camisa da coleção que definitivamente não tem preço. Entretanto, possuo camisas que considero especiais e gostaria de destacar.  Camisa de goleiro do Leão, da Adidas e patrocínio da Agip da final de década de 80. Camisas verde e Branca de 1998, com patch de campeão da copa do Brasil. Essas camisas foram utilizadas apenas uma vez pelo Palmeiras, na segunda (Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro, Palmeiras jogou de Branco) e na terceira (Palmeiras 1 x 0 Cruzeiro, Palmeiras jogou de verde) partida da final da Copa Mercosul de 1998. Camisas que nunca foram comercializadas em loja e são de jogo

As camisas especiais da coleção

NaGaveta.com: Como é sua relação com o clube?

William: Eu sou sócio torcedor faz 5 anos. 100% de rating no programa de presença.  Eu vou em praticamente todos os jogos com mando do Palmeiras. Sou torcedor daqueles realmente apaixonados e ter as camisas do meu clube de coração é uma parte dessa paixão que me deixa muito feliz.

A divisão de Espaço e a camisa comprada pela Mãe

NaGaveta.com: Como seus parentes e amigos mais próximos encaram sua coleção? E o espaço para guardar as camisas causa muita confusão?

William: Meus parentes e amigos próximos encaram de forma divertida a minha coleção. E me ajudam sempre que possível. Teve uma oportunidade em que minha mãe estava em um brechó e encontrou uma camisa do Palmeiras. Ela me ligou, descreveu resumidamente como era (patrocínio Parmalat) e então pedi para que ela comprasse. Para minha surpresa, quando ela chegou em casa tratava-se da primeira camisa da era Parmalat, fornecida pela Adidas de 1992. Um verdadeiro achado. Com relação a espaço, a minha coleção fica dividida em 2 localidades: a maioria na casa dos meus pais e uma boa parte em minha casa (Fiz essa divisão após me casar). Por enquanto falta de espaço não é um problema, mas muito provavelmente venha a ser num futuro próximo (risos).

Camisas do Palmeiras na Etiqueta

Uma camisa com um só destino possível.

NaGaveta.com: Por fim nos conte alguma história curiosa de como conseguiu alguma de suas camisas.

William: Uma historia curiosa foi como eu consegui a camisa de goleiro de “a prova de balas” azul e amarela de 94/95. Sempre frequentei os jogos do Palmeiras. E em uma determinada oportunidade encontrei um senhor na arquibancada vestindo essa camisa. Ele estava ao meu lado e começamos a conversar no intervalo. Comentei que era colecionador e se ele não gostaria de vendê-la. Sua resposta foi negativa mas mesmo assim deixei o meu contato com ele. Isso foi em meados de 2013. Depois disso nunca mais o vi no estádio. Ano passado eu estava dando um pesquisada pela OLX e encontrei o anúncio de uma camisa do mesmo modelo.  Entrei em contato, vi algumas fotos e decidi comprar a camisa. Ao ir ao encontro do vendedor. Percebi que era exatamente o senhor que havia me negado vendê-la no estádio. Quando ele me viu, reconheceu e deu risada da situação. Comentou que quando decidiu vender iria me ligar mas procurou e não achou o meu contato. Então resolveu anuncia-la. Essa camisa tinha que ser minha mesmo (risos).

Camisas de Goleiro do Palmeiras

Como sempre, agradecer a entrevista e disponibilidade do amigo e colecionador William Santim. Por fim sempre lembrando aqui Na Gaveta.com, o espaço é todo seu e o próximo pode ser você.

 

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

Talvez você também se interesse por...

2 Responses

  1. Alessandro diz:

    bom dia tenho uma camisa Palmeiras original do luan numero 88 interessa a vc novissima meu zap 17992223678

  2. Antonio Carlos diz:

    Tenho uma camisa do Palmeiras do ano de 1978, toda autografada. Interessa a compra? ou conhece alguém que compra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *