O estádio proletário em Bangu: Moça Bonita – Por Fora das 4 Linhas

Estádio Moça Bonita em Bangu, zona oeste do Rio de Janeiro.

Por fora das 4 linhas se despede de momento da cidade de Arapiraca em Alagoas.  Embarcamos para o Rio de Janeiro, onde iremos na zona oeste conhecer a casa de um vice campeão Brasileiro. Isso aí, estamos no bairro de Bangu, para mostrar a casa do vice campeão Brasileiro de 1985.

O Estádio localiza-se em um bairro de classe média da capital, mas um bairro com tamanho de cidade. Cerca de 245 mil pessoas vivem em Bangu. Nele está situado o Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho, conhecido nacionalmente como Estádio Moça Bonita. Guilherme da Silveira Filho foi presidente do clube carioca de 1937 até 1949 e foi no seu mandato que o Estádio de Moça Bonita foi construído. Substituindo o Campo da Rua Ferrer, que era a casa do Bangu desde 1906 porém em 1943 o terreno foi vendido para Fábrica de Tecidos Bangu, um dos maiores ícones da cidade. Guilherme da Silveira Filho tinha origem aristocrática, seu pai foi Ministro da Fazenda e Presidente do Banco Central. Porém Dr. Silveirinha como era conhecido, quis que o estádio se chama-se “Estádio Proletário” seguindo a origem do “Clube Proletário” da capital. Anos mais tarde os nomes foram unificados “Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho”. Moça Bonita que é o nome popularmente conhecido se dá origem pela localização próxima a estação ferroviária de Moça Bonita, local esse assim apelidado pelo fato de uma linda mulher encantar cadetes da Escola de Realengo.

A Inauguração

Em 17 de Novembro de 1947 o presidente inaugurou o atual estádio, mas a 1º partida oficial só ocorreu 1 ano depois. Em 12 de dezembro 1948, quando o Bangu recebeu o Flamengo, abriu o placar com o primeiro gol do estádio sendo marcado por Joel Resende, mas no fim levou a virada e foi derrotado por 4 x 2.

Olhando hoje a capacidade do estádio que foi inaugurado para 15 mil pessoas, é difícil de acreditar que as vésperas da Copa do Mundo de 1970, 32 mil pessoas acompanharam um amistoso entre Bangu e a Seleção Brasileira, no dia 14 de março que terminou empatado em 1 x 1.

1961, torcida do Bangu lotando o estádio, alguns se arriscaram nas torres de transmissão de rádios.

Nos últimos anos o estádio passou por reformas recebendo até materiais do antigo Maracanã e sua capacidade reduziu para 9 mil pessoas. Apesar de ter seu estádio próprio, foi no Maracanã que aconteceu as principais partidas do clube, como a final do Campeonato Brasileiro de 1985 perdido nos pênaltis para o Coritiba e a participação na Libertadores de 1986, onde o Bangu em 6 jogos conseguiu apenas 2 empates e foi 4 vezes derrotado, no grupo que tinha o algoz Coritiba e os equatorianos Deportivo Quito e Barcelona de Guayaquil.

Estádio na zona oeste da capital, serve de opção para os grandes da capital no estadual

Por enquanto vamos nos despedindo da cidade maravilhosa, fiquem ligados porque todo sábado Por Fora das 4 Linhas trás um novo roteiro e novos palcos do nosso futebol.

Até mais!

Talvez você também se interesse por...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *