Mais Gols, menos cavalinhos e idiotização no Futebol

Realmente vivemos tempos tenebrosos no futebol. Tempos em que é quase proibido comemorar um gol. Em breve vai ser proibido fazer um gol para não causar danos morais e psicológicos ao adversário e aos seus torcedores. Porém a imprensa brasileira vem ajudando e muito para essa idiotização tão grande.

O Fantástico de 12/08/2018

Sempre fui um grande fã dos “Gols do Fantástico”, lembro quando comecei a entender um pouco de futebol e ficava esperando para ver os gols ao final do programa de domingo, nomes mitológicos como os de Kuki que praticamente aparecia todo domingo balançando as redes com a camisa do Náutico. Isso para citar só um dos centroavantes que apareciam no programa.

Era uma parte do programa bacana pela atenção dada a inúmeros clubes em diversas regiões do país. Ai vieram as modernizações, marcou três gols, pede música (menos o Herrera, que não quis). Até ai tudo bem, vieram os cavalinhos tudo bem vai passa. Agora o que foi feito ontem é de uma imbecilidade completa.

A Bronca nos Jogadores

Dar bronca em jogadores por atitudes dentro de campo. Colocar no cantinho do pensamento, “aproveitando” o dia dos pais para isso? Da forma que foi feito parecia dia das crianças e não dos pais para começar. Dar “bronca” e expor jogadores ao ridículo, que erram em campo por diversas motivos, mas convenhamos quem nunca jogou bola e arrumou uma confusão em um lance mais duro do adversário como foi em Paraná x Botafogo? Quem nunca deixou de dar a mão para um adversário em um jogo valendo algo, porque ficou p… da vida com a atitude do mesmo ?
Ainda é um jogo de futebol, disputado por seres humanos sujeitos as emoções (graças a Deus).

O futebol ainda é um esporte sensacional por gerar emoções, provocações. É disputados por homens e mulheres que colocam suas vidas ali dentro de campo e mexem com a vida e a emoção de milhões e milhões de pessoas. Queremos em campo jogadores que façam de tudo e saiam com a vitória ou com a derrota mas que não saiam idiotas. Queremos torcedores que gritem gol do seu próprio time, que provoquem o adversário ao extremo. Que não fiquem contentes com as derrotas, pois assim é o futebol. Um esporte para emoções das mais diversas possíveis e não para idiotas como querem nos fazer crer.

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

Talvez você também se interesse por...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *