O Retorno do Leão para o seu Reino

A espera finalmente acabou. Com ajuda de sua torcida e muito trabalho o Clube do Remo voltará a atuar em casa nesse sábado (13/07). O estádio Evandro Almeida, o famoso e mais que popular Baenão receberá a partida entre Remo e Luverdense a partir das 15:00.

https://www.instagram.com/championsshirts.cs/

O Fenômeno Azul

O chamado Fenômeno Azul é o principal responsável pela volta do Remo ao seu Reino. A torcida foi fundamental em todo esse processo. Consumindo produtos entre eles a camisa do Leão de Pedra que falaremos mais abaixo, além de muitos outros produtos produzidos pelo clube. A torcida quer mostrar que vai fazer a diferença quando o clube jogar no Baenão, como fazia antigamente. Além disso é inegável que a volta para a casa vai fortalecer ainda mais essa reviravolta administrativa do Leão.

E o Remo ainda conta com a sempre conhecida força de sua torcida dentro do caldeirão que é o Evandro Almeida. A esperança é que além da parte financeira, a parte esportiva também seja afetada de maneira positiva com essa volta.

O nosso amigo e colecionador Alan Jhon Leão que já mostrou a sua coleção do Remo, aqui no NaGaveta, vai estar lá e vai nos contar qual a sensação do torcedor de dentro do estádio.

A Camisa Leão de Pedra

A Camisa Leão de Pedra teve participação fundamental nessa reforma do Baenão. Com o escudo do clube dourado, a camisa traz o Leão, mascote do clube em forma geométrica também na cor dourada, Na parte inferior da camisa, fica evidenciado a parte arquitetônica do Baenão. A camisa teve apenas 4000 unidades vendidas e hoje em dia é objeto de desejo de muitos e muitos colecionadores pelo Brasil.

Essa bela camisa foi eleita pelo site alemão OneFootbal, uma das dez camisas comemorativas mais bonitas do mundo. Ocupou a quinta posição e figurou na lista com outras grandes equipes como o Manchester United e o Barcelona.

Curiosidade

O que pouca gente sabe é que o Remo colocava no Evandro Almeida mais de 30 mil torcedores lá para as décadas de 60 e 70. A reabertura vai ter

A pressão era tão grande que o alambrado do tobogã da Alm. Barroso veio abaixo (foto) no jogo contra o Operário-MS em 1978 pelo Brasileiro. Ah… o Leão venceu por 2 a 0.

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *