Os Campeões Pela Europa – Parte II

Semana passada você acompanhou aqui no site a primeira parte da série com os Campeões Pela Europa. Hoje vamos continuar a apresentar mais 14 campeões pela Europa da temporada européia 2016/2017 que já estão encerradas, vem ai mais times e campeonatos tradicionais e também campeões que você nem imaginava.

Todos os 42 Campeãos. Fonte: http://www.escudosfc.com.br/2017.htm

Fortuna Liga – Eslováquia 

Campeão: MSK Zilina

Vice: Slovan Bratislava

Artilheiro: Seydouba Somah (Slovan Bratislava) e Filip Hlohovsky (MSK Zilina) com 20 Gols

Resumo: O MSK Zilina sobrou no campeonato foram 16 pontos de vantagem sobre o tradicional e maior campeão do país Slovan Bratislava, foi o sétimo título do ZIlina na Liga Nacional, surpresa da temporada foi a péssima campanha do AS Trencin que era o atual Bicampeão, a artilharia foi dividida entre Somah da seleção de Guiné e o local Hlohovsky. Na Taça Nacional o Slovan Bratislava conquistou o título.

Jogadores do Zilina Comemorando o título. Fonte: http://sportky.zoznam.sk/

PrvaLiga Telekom Slovenije – Eslovênia

Campeão: Maribor

Vice: Olimpija Ljublijana

Artilheiro: John Mary (Rudar) com 17 Gols

Resumo: Após ter sua sequência de 5 títulos interrompida na ultima temporada o Maribor voltou a conquistar o Campeonato Esloveno e foi sobrando, foram 13 pontos de vantagem para o Olimpija Ljublijana. A artilharia terminou com o camaronês John Mary do pequeno Rudar com 17 gols. Destaque para Luka Zahovic que terminou a temporada com 15 gols e é  filho do principal craque da história da Eslovênia Zlatko Zahovic. Na Taça da Eslovenia de novo vice para o Olimpija que perdeu a final pra o Donzale por 1×0.

Jogadores do Maribor. Fonte: https://mbreport.si

La Liga – Espanha

Campeão: Real Madrid

Vice: Barcelona

Artilheiro: Lionel Messi (Barcelona) com 37 Gols

Resumo: O Real Madrid voltou a conquistar o titulo nacional. Não foi fácil a distancia para o líder Barcelona foi de apenas 3 pontos e o campeonato decidido apenas na ultima rodada. Apesar do título dos Blancos, Lionel Messi sobrou na artilharia com 37 gols, foram rebaixados Sporting Gijón, Granada e Osasuna. Na Copa do Rei o título foi do Barcelona que venceu o surpreendente Alavés, um dos destaques entre os pequenos time espanhóis.

Jogadorer do Real omemorando a taça em La Rosaleda. Fonte: www.vavel.com

Ligue 1 – França

Campeão: Monaco

Vice: PSG

Artilheiro: Edinson Cavani (PSG) com 35 Gols

Resumo: O milionário PSG ficou a ver navios e a Ligue 1 voltou para o principado, algo que não ocorria desde a temporada 1999/2000. O Monaco impressionou não só pelo título mas também pelos 103 gols de seu ataque, destaque também para o excelente Nice de Balotelli que terminou em terceiro. A artilharia ficou com Cavani, foram rebaixados Lorient, Nancy e Bastia. Na Copa da França o PSG levantou seu único título na temporada vencendo o Angers na final por 1×0.

Monaco comemorando a conquista. Fonte: http://br.rfi.fr/

 

Divisão Premier – Gibraltar

Campeão: Europa FC

Vice: Lincoln Red Imps

Artilheiro: Kike Gomez (Europa FC) com 35 Gols

Resumo: Após 14 anos seguidos de domínio do Lincoln Red Imps o Europa FC venceu a liga. Mas foi sofrido até o final com o Europa terminando apenas 1 ponto a frente do vice-campeão. Destaque totalmente negativo para o Europa Point que sofreu duas goleadas impressionantes, perdeu de 15×0 para o Lincoln e 13×1 para o Europa FC. Na Taça de Gibraltar o Europa FC também venceu e de novo com o Lincoln ficando com o vice.

Jogadores do Europa FC comemorando o título. Fonte: http://www.estadiodeportivo.com

Ethniki Katigoria – Grécia

Campeão: Olympiacos

Vice: PAOK

Artilheiro: Marcus Berg (Panathinaiakos) com 23 Gols

Resumo: Pela sétima vez consecutiva, a 19ª nas ultimas 21 edições o  Olympiacos foi o campeão. Foram seis pontos de vantagem para o vice-campeão PAOK. A artilharia ficou com o sueco Marcus Berg, o único destaque de mais temporada mediana do tradicional Panathinaiakos. O PAOK coroou sua boa temporada e foi campeão vencendo o AEK na final por 2×1, o gol do título foi marcado pelo brasileiro Pedro Henrique, cria da base do Grêmio.

Olympiacos comemorando mais uma taça na Grécia

 

Dutch Holland Casino – Holanda

Campeão: Feyenoord

Vice: Ajax

Artilheiro: Jorgensen ( Feyenoord) com 21 Gols

Resumo: Foram 18 anos de espera até o Feyenoord voltar a conquistar o título holandês, foi sofrido e somente na ultima rodada, mas o ídolo e veterano Dirk Kuyt fez os três gols do título sobre o Heracles. Destaque também para a excelente temporada do Ajax finalista da Liga Europa. Na Copa da Holanda o Vitesse foi o campeão vencendo o AZ na final por 2×0 com dois de van Wolfswinkel.

Torcida do Feyenoord comemorando o fim do jejum. Fonte: https://www.abola.pt

OTP Bank Liga  – Hungria

Campeão: Budapest Honvéd

Vice: Videoton

Artilheiro: Martón Eppel (Budapest Honvéd) com 16 Gols

Resumo: Se o Feyenoord esperou 18 anos na Holanda o Budapest Honvéd esperou 24 anos pra voltar a ser campeão nacional. O histórico time de Puskas. O título só veio na ultima rodada no Estádio Joszef Bozsik o Honved venceu o Videoton por 1×0 com gol do artilheiro do campeonato Eppel. Na Taça da Hungria o Ferencvaros venceu nos pênaltis  o Vasas SC na final.

Jogadores do Honved comemorando a conquista. Fonte: http://regio33.hu

Premier League  – Inglaterra

Campeão: Chelsea

Vice: Tottenham

Artilheiro: Harry Kane (Tottenham ) com 29 Gols

Resumo: O Chelsea nadou de braçada nessa edição do campeonato Inglês, apesar de uma ótima campanha do Tottenham o Chelsea não deu sopa pro azar e logo no primeiro ano de Antonio Conte levantou a Taça. A artilheiro ficou com o inglês Harry Kane, que ajudou o Tottenham a ter o melhor ataque da competição. Foram rebaixados Hull City, Middlesbrough e Sunderland. Na tradicional FA Cup deu Arsenal que venceu o Chelsea por 2×1 na final.

Antonio Conte e os jogadores do Chelsea comemorando. Fonte: http://www.gazetaesportiva.com/

IFA Premiership – Irlanda do Norte

Campeão: Linfield

Vice: Crusaders

Artilheiro: Andrew Mitchell (Dungannon Swifts) com 25 Gols

Resumo: Após 5 anos o Linfield voltou a conquistar a taça nacional, é a 51ª primeira conquista da equipe na história, deixando o rival e até então bicampeão Crusaders com o vice-campeonato. A artilharia ficou com Andrew Mitchell do modesto Dungannon Swifts que terminou apenas na sétima posição. Na Copa da Irlanda do Norte também deu Linfield que venceu o Coleraine na final por 3×0 com um hat-trick de Andrew Waterworth.

Jogadores do Linfield erguendo a taça. Fonte: http://www.belfasttelegraph.co.uk/

Liga Hs’Al – Israel

Campeão: Hapoel Be’er Sheva

Vice: Maccabi Tel Aviv 

Artilheiro: Vidar Kjartansson (Maccabi Tel Aviv ) com 19 Gols

Resumo: Pela quarta vez na história o Hapoel Be’er Sheva se tornou campeão israelense, conquistando o bicampeonato consecutivo. O vice-campeonato ficou com o tradicional Maccabi Tel Aviv, porém foram 13 pontos de diferença entre os times. A artilharia ficou com o islandês Kjartansson do Maccabi. Na Taça de Israel após 36 anos o Bnei Yehuda levantou a taça vencendo o Maccabi Tel Aviv nos pênaltis.

Jogadores do Hapoel comemorando

Série A – Itália

Campeão: Juventus

Vice: Roma 

Artilheiro: Edin Dzeko (Roma) com 29 Gols

Resumo: Pela sexta vez consecutiva a Juventus se tornou campeã italiana, apesar da diferença de apenas quatro pontos pra Roma, em nenhum momento o título da Vecchia Senhora esteve ameaçado. Apesar do campeão ser o mesmo a temporada trouxe emoções como a despedida de Totti, a artilharia ficou com Dzeko, mas outros cinco jogadores passaram dos 20 gols. Destaque também para o sensacional quarto lugar da Atalanta e o milagre do Crotone em escapar do rebaixamento, ja que os três rebaixados foram Pescara, Palermo e Empoli. Na Copa da Itália taça para a Juve e vice para a Lazio.

Juventus comemorando o sexto título seguido. Fonte:

Football Superleague – Kosovo

Campeão: Trepça’89

Vice: Prishtina

Artilheiro: Otto John (Trepça’89) com 27 Gols

Resumo: Pela primeira vez na história desde a independência do Kosovo o Trepça’89 conquistou o campeonato local, o vice-campeonato ficou com o tradicional Prishtina, maior campeão nacional desde a independência com quatro taças. A artilharia ficou com o nigeriano Otto John que marcou 27 gols no campeonato.Chama atenção a péssima campanha do Hajvalia que ganhou apenas 1 de seus 33 jogos. Na Copa do Kosovo o Besa Peje foi campeão vencendo a final nos pênaltis contra o Llapi.

Trepça’89 Campeão 2016/17

 

BGL League – Luxemburgo

Campeão: Dudelange

Vice: Differdange

Artilheiro: Omar er Rafik (Differdange) com 26 Gols

Resumo: Um campeonato disputado até a ultima rodada e ponto a ponto, mas no final a taça ficou com o tradicional Dudelange no desempate pelo saldo de gols. Já que ambos os times terminaram a competição com 65 pontos e 20 vitórias. A artilharia ficou com o marroquino Omar Er Rafik do Differdange. Na Taça de Luxemburgo taça para o Dudelange que venceu a final contra o Fola Esch por 4×1.

Jogadores do Dudelange comemorando.

 

Na próxima Terça, vamos falar de mais 14 campeões pela Europa, vem ai mais times tradicionais como o Benfica e outros times completamente desconhecidos.

 

 

 

 

 

 

 

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

You may also like...

2 Responses

  1. 11/07/2017

    […] duas ultimas terças nós vimos aqui no NaGaveta 28 Campeões Pela Europa. Hoje vamos aos últimos 15 clubes que levantaram o caneco na temporada 2016-2017 na Europa, alguns […]

  2. 11/08/2017

    […] Além disso, os Verdes possuem 20 títulos nacionais. Porém vivem momento ruim vendo o rival Olympiakos dominar o cenário local. O último título do clube foi em 2010, o clube também tem muita tradição no basquete e no […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *