Os Campeões Pela Europa – Parte III

Nas duas ultimas terças nós vimos aqui no NaGaveta 28 Campeões Pela Europa. Hoje vamos aos últimos 15 clubes que levantaram o caneco na temporada 2016-2017 na Europa, alguns deles ja jogando fase eliminatória de Champions League e também de Europa League. Confira abaixo.

Todos os 42 Campeãos. Fonte: http://www.escudosfc.com.br/2017.htm

First League – Macedônia 

Campeão: Vardar

Vice: KF Shkendija 79

Artilheiro: Besart Ibraimi (KF Shkendija 79) com 20 Gols

Resumo: Pela terceira vez consecutiva o Vardar se tornou campeão macedônio, é o 12º título da equipe que só fica atrás do Rabotnicki. O Vardar terminou o campeonato com sete pontos de frente para o KF Shkendija 79 que tentava seu segundo título. A artilharia ficou com Besart Ibraimi do time vice-campeão com 20 gols. Na Taça da Macedônia segundo título da história para o FK Pelister que venceu nos pênaltis o KF Shkendija 79

Jogadores do Vardar comemorando

BOV Premier League – Malta

Campeão: Hibernians

Vice: Balzan Youths

Artilheiro: Bojan Kaljevic (Balzan Youths) com 24 Gols

Resumo: O Hibernians voltou a ser campeão de Malta novamente, continuando seu revezamento de títulos com o Valleta F.C., afinal nos últimos quatro anos cada equipe ganhou duas vezes. o vice-campeonato ficou com o Balzan Youths que terminou sete pontos atrás do título. Se foi vice-campeão a equipe ao menos teve o artilheiro o montenegrino Bojan Kaljevic que marcou 24 vezes na Liga. Pela Taça de Malta uma final entre os dois maiores campeões da Liga Nacional, o Floriana venceu o Sliema Wanderers por 2×0.

Foto do título do Hibernians

Divizia Nationala – Moldávia 

Campeão: Sheriff

Vice: FC Dacia

Artilheiro: Ricardinho (Sheriff) com 15 Gols

Resumo: Pela 15ª vez nas ultimas 17 temporadas o título ficou com o Sheriff. Porém não foi fácil ja que o Sheriff terminou com os mesmos 69 pontos do FC Dacia e só um ponto a frente do Milsami Orhei. Com certeza um dos campeonatos mais disputados dessa temporada. A artilharia ficou com o brasileiro Ricardinho que por aqui jogou no Santo André e Mogi Mirim e já se transferiu para o tradicional Estrela Vermelha. Na Taça da Moldávia título para o Sheriff que venceu a final em cima do Zaria Balti por 5×0.

Jogadores do Sheriff erguendo a taça

 

1.CFL – Montenegro

Campeão: FK Buducnost

Vice: FK Zeta

Artilheiro: Zoran Petrovic (FK Mladost) e Goran Vujovic (FK Buducnost) com 13 Gols

Resumo: Pela terceira vez o FK Buducnost levantou a taça, mas foi sofrido e apenas na ultima rodada. O FK Buducnost, FK Zeta, FK Mladost terminaram o campeonato com 57 pontos, além disso o FK Sutjeska terminou com 55 pontos. Portanto na ultima rodada qualquer um dos quatro poderia ser campeão, mas o FK Buducnost garantiu a taça vencendo o Jedinstvo por 4×1. Equilibrio até na artilharia com o empate entre Zoran Petrovic do Mladost e Goran Vujovic do Buducnost com 13 Gols. Na Taça de Montenegro título inédito para o  FK Sutjeska que venceu o Grbalj na final por 1×0.

Torcida do FK Budocnost comemorando

Welsh Premier League – País de Gales

Campeão: The New Saints

Vice: Bala Town

Artilheiro: Jason Oswell (Newtown AFC) com 22 Gols

Resumo: Pela decima vez, a quarta de forma consecutiva o The New Saints popularmente conhecido como TNS conquistou a taça no País de Gales. Foram incriveis 28 pontos de vantagem sobre o Bala Town.  A equipe coroou a excelente campanha marcando 100 gols na Liga, porém a artilharia ficou com Jason Oswell do Newtown AFC com 22 Gols. Na Welsh Cup título inédito para o Bala Town que surpreendeu e venceu o The New Saints na final por 2×1.

Jogadores do TNS comemorando

Ekstraklasa – Polônia

Campeão: Legia Warszawa

Vice: Lechia Gdansk

Artilheiro: Marcin Robak (Lech Poznan) com 18 Gols

Resumo: Mais um título para o Legia Warszawa o 12º e agora a equipe está a apenas uma conquista de alcançar o rival Wisla Krakow. Mas a conquista foi suada e ocorreu apenas na ultima partida quando o Legia Warszawa segurou o 0x0 contra o Lechia Gdansk. Os dois times terminaram com 44 pontos, o terceiro colocado Lech Poznan terminou com 42. O artilheiro foi Marcin Robak do Lech Poznan com 18 gols. Na Taça da Polônia para o Arka Gdynia que venceu o Lech Poznan na final.

Legia erguendo a taça

Liga NOS – Portugal

Campeão: Benfica

Vice: Porto

Artilheiro: Bas Dost (Sporting) com 34 Gols

Resumo: Foi equilibrado mas mais uma vez deu Benfica. Os encarnados cada vez mais abrem vantagem para seus rivais Porto e Sporting no número de conquistas. O Benfica terminou seis pontos a frente do Porto. A artilharia ficou com o holandês Bas Dost do Sporting e como fez gols o centroavante, foram 34 gols contra apenas 19 do brasileiro Soares o vice-artilheiro. Na Taça de Portugal título para o Benfica que na final bateu o Vitória de Guimarães por 2×1.

Luisão erguendo a Taça

 

Liga 1 – Romênia

Campeão: Viitorul Constanta

Vice: Steaua Bucaresti

Artilheiro: Azdren Llullaku (Gaz Metan) com 16 Gols

Resumo: Pelo segundo ano consecutivo temos um campeão inédito na Liga Romena, em 2015/16 o Astra ganhou seu primeiro título, em 2016/17 a honra coube ao Viitorul Constanta. Em um campeonato equilibrado o Viitorul terminou com o mesmo numero de pontos do tradicional Steaua, destaque para o treinador do time campeão Gheorghe Hagi o maior jogador da história do futebol romeno. A artilharia ficou para o albanês Azdren Llullaku do modesto Gaz Metan. Na Taça da Romênia mais um campeão inédito, o Voluntari, venceu o Astra nos pênaltis, após empate em 1×1 no tempo normal.

Foto do título do Viitorul

Russian Premier Liga – Russia

Campeão: Spartak

Vice: CSKA

Artilheiro: Fyodor Smolov (Krasnodar) com 16 Gols

Resumo: Após 16 anos o Spartak voltou a se sagrar campeão russo. O time que conta com os brasileiros Mauricio (aquele mesmo das porradas com Obina), Fernando e Luiz Adriano foi campeã com sete pontos de frente para o rival CSKA. Destaque também para o artilheiro da equipe Quincy Promes. Apesar da péssima fase do futebol russo a artilharia foi do jogador local Smolov do Krasnodar. Na Taça da Russia título para o Lokomotiv que venceu o FK Ural por 2×0 na final.

Torcida do Spartak celebrando o fim do jejum

Campionato Dilettanti – San Marino

Campeão: La Fiorita

Vice: Tre Penne

Artilheiro:

Resumo: O La Fiorita conquistou seu quarto título da Liga na história. Em um raro campeonato europeu que tem final a equipe venceu o Tre Penne na prorrogação da final por 2×1. Na tradicional Coppa Titanio o Tre-Penne deu o troco e venceu a final contra o La Fiorita por 2×0.

Jogadores do La Fiorita comemorando

Jalen Super Liga – Servia

Campeão: Partizan

Vice: Crvena Zvezda

Artilheiro: Uros Djurdjevic e Leonardo (Partizan) com 24 Gols

Resumo: Um campeonato dominado pelos gigantes, essa tem sido cada vez mais a tonica do campeonato sérvio. Titulo dessa temporada mais uma vez para o tradicional Partizan que mais uma vez venceu sua guerra particular contra o Crvena Zvezda. A artilharia foi divida entre dois jogadores do Partizan, o jogador local Uros Djurdjevic e o brasileiro Leonardo. Na Taça da Sérvia o Partizan completou o doblete deixando o vice para o Crvena Zvezda, vencendo na final por 1×0.

Jogadores do Partizan erguendo a Taça

Super League – Suiça

Campeão: FC Basel

Vice: Young Boys

Artilheiro: Seydou Doumbia (FC Basel) com 20 Gols

Resumo: O oitavo título consecutivo e mais uma vez o Basel sobrou no campeonato suiço. Quando essa série de títulos começou o FC Basel tinha 12 títulos e estava empatado com o FC Zurich como o segundo maior campeão, agora ja começa a chegar perto do Grasshoppers que tem 27 conquistas, mas não vence desde a temporada 2002/2003. O vice ficou com o Young Boys mas apesar da otima campanha os aurinegros ficaram 17 pontos atrás do campeão. A artilharia ficou com Doumbia que marcou 20 gols. Na Taça da Suiça título para o Basel que venceu o Sion na final por 3×0.

Jogadores do Basel comemorando

Czech Gambrinus Liga – Republica Tcheca

Campeão: Slavia Praga

Vice: Plzen

Artilheiro: David Lafata e Milan Skoda (Sparta Praga) com 15 Gols

Resumo: Após sete temporadas o Slavia Praga voltou a levantar a Taça. Mas não foi fácil. A disputa durou até a ultima rodada com o Vice-Campeão Plzen. Destaque do título para o forte ataque do Slavia que marcou 65 vezes em 30 partidas. A artilharia ficou dividida entre a dupla do Sparta Praga, Lafata e Skoda marcaram 15 tentos cada um, praticamente dois terços dos 47 marcados pela sua equipe na Liga. Na Taça da Republica Tcheca título inédito para o Zlin que em uma final de duas zebras venceu o SFC Opava da segunda divisão por 1×0.

Jogadores do Slavia erguendo a Taça

Spor Toto Super League- Turquia

Campeão: Besiktas

Vice: Basaksehir

Artilheiro: Vagner Love (Alanyaspor) com 23 Gols

Resumo: O Besiktas voltou a conquistar o bicampeonato consecutivo, fato que não ocorria desde a temporada 1991/92. O vice campeonato ficou para o surpreendente Basaksehir comandado por Adebayor que terminou apenas 4 pontos atrás do campeão. A artilharia da competição ficou com Vagner Love do pequeno Alanyaspor com 23 gols, destaques também para Tosun do campeão Besiktas que marcou 20 vezes e Samuel Eto’o do Antalyaspor que fez 18 gols. Na Taça da Turquia, título inédito para o Konyaspor que venceu o Basaksehir nos pênaltis após empate por 0x0 no tempo normal.

Besiktas comemorando a conquista

Premier League – Ucrânia

Campeão: Shakhtar Donetsk

Vice: Dynamo Kyiv

Artilheiro: Andriy Yarmolenko (Dynamo Kyiv) com 15 Gols

Resumo: Após duas temporadas de muitas perturbações por fatos políticos o Shakhtar Donetsk voltou a ser campeão ucraniano e sobrou em relação ao Dynamo Kyiv. Foram 13 pontos de vantagem na liderança. A artilharia ficou com Andriy Yarmolenko do Dynamo Kyiv com 15 Gols. Na Taça da Ucrânia mais um título para o Shakhtar, mais um vice para o Dynamo, o placar final foi de 1×0 gol de Marlos.

Elenco do Shaktar comemorando

 

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *