Seleção Francesa de Todos os Tempos

Seleção Escalada originalmente publicada pelo Blog Enciclopédia do Futebol. Curta também a página no Facebook.

Essa semana o Blog Enciclopédia do Futebol e o NaGaveta vão escalar a melhor Seleção Francesa de Todos os Tempos

 
Goleiro

Foi disparado o melhor goleiro francês na melhor fase da história da seleção. Barthez Marcou época conquistando a Copa do Mundo de 98 e a Euro de 2000. Na Copa do Mundo inclusive foi eleito o melhor goleiro da competição. Em clubes teve destaque no Olympique de Marselha onde se tornou o goleiro titular mais jovem a vencer a Champions em 1992/1993. Esse recorde só foi batido por Casillas em 2000. Também teve passagem de destaque pelo Manchester United.

https://www.instagram.com/championsshirts.cs/
Laterais

Nas laterais dois campeões do Mundo e contemporâneos. Na direita Lilian Thuram, na verdade era um jogador que poderia exercer qualquer função na zaga. Jogador de extremo vigor físico e ótima marcação, marcou seu nome na história quando virou o jogo das semifinais da Copa de 1998 contra a Croácia marcando dois gols. Nos clubes teve grande destaque na Itália jogando por Parma e Juventus, conquistando muitos títulos.

Na esquerda, um lateral de ótima técnica e bom apoio ao ataque. Lizarazu esteve no melhor momento da seleção francesa na história. Em clubes passou com sucesso pelo Bayern de Munique onde conquistou a Champions e pelo Bordeaux onde iniciou a carreira. Fora de campo ele é campeão europeu de Jiu-Jitsu em 2009.

Zaga

Dois jogadores que se completam. Líderes, técnicos e campeões. Laurent Blanc por incrível que pareça começou sua carreira como meia-atacante no Montpellier, sendo inclusive artilheiro da Segunda Divisão local pelo clube. Na seleção francesa era um dos grandes líderes, mas suspenso não jogou a final. Em clubes sempre teve boas passagens, mas ganhou menos títulos do que o seu talento sempre mereceu. Atualmente é técnico de futebol.

Ao lado de Blanc outro zagueiro de muito talento, Marcel Desailly. Jogador de um poder de marcação incrível Desailly anulava atacantes praticamente brincando, era muito difícil passar por ele. Foi campeão do Mundo em 1998 e da Euro em 2000. Teve grande destaque pelo Nantes onde foi revelado, fez fama no Milan e no Chelsea foi um dos grandes mestres de Terry.

Meio-Campo

Começando com o volante desse time que poderia ser armador ou fazer o que fosse em campo, tamanho o seu poder de marcação, folego e técnica. Jean Tigana era tudo isso e muito mais para quem viu ele jogar. Chegou a ser eleito o segundo melhor jogador da Europa em 1986 só perdendo para Platini. Com a seleção venceu a Eurocopa de 1984. Nos clubes se destacou no Bordeaux onde venceu três dos cinco títulos da Ligue 1 do clube.

Ao lado dele Michel Platini, um gênio, com certeza um dos maiores jogadores que o mundo já viu. O que chama atenção é quantos clubes recusaram Platini e como eles puderam fazer isso. Metz, PSG, Internazionale, Olympique de Marselha a quantidade de arrependidos é grande. Platini foi um líder da geração do anos 80, venceu a Euro de 1984. Pelos clubes foi campeão por onde passou do pequeno Nancy a gigante Juventus.

Para fechar o meio-campo o maior jogador francês da história. Sim essa frase sempre vai gerar polêmicas e opiniões diversas. Zidane era de uma classe absoluta, se entrasse em campo de terno e gravata jogaria da mesma forma. Foi o líder técnico da geração que ganhou o mundo em 1998, fez dois gols na final. Venceu a Euro 2000 assombrando o mundo da forma como jogou e encerrou sua carreira fazendo uma Copa do Mundo de 2006 esplendorosa, pena a infeliz cabeçada em Materazzi no final. Em clubes se destacou por Bordeaux, Juventus e principalmente Real Madrid. Como atual técnico do time espanhol também é craque já tendo vencido duas CHampions League.

Ataque

No ataque vamos começar com Raymond Kopa. Temido e destemido assim pode ser definido Kopa. Jogador habilidoso, técnico e de uma visão de jogo impressionante. Foi um dos responsáveis por tornar o Reims um dos principais times do continente e o mais forte do país no fim dos anos 50. Pelo Real Madrid conseguiu a titularidade e encantou plateias por onde passou em um time recheado de estrelas. Pela Seleção Francesa formou um ataque espetacular junto com Fontaine na Copa de 1958 quando a Seleção chegou na terceira posição.

Junto com Kopa só que pela esquerda vamos com o genial Thierry Henry. Atacante habilidoso e de extrema técnica, era um jovem na conquista da França em 1998. Se destacou em na Euro de 2000 e ao lado de Zidane comandou a seleção com gols decisivos em 2006. Por onde passou deixou encanto com o seu futebol. Seu maior destaque na carreira foi pelo Arsenal onde chegou a ser campeão invicto da Premier League. Mas foi pelo Barcelona que venceu a Champions League.

Para completar esse timaço o maior artilheiro de edição de Copa do Mundo. Just Fontaine tinha o faro do gol. Na Copa de 58 como dito acima fez dupla com Kopa que assombrou o mundo só parando na Seleção Brasileira, no que foi considerado uma final antecipada daquele mundial. Pelos clubes fez história no Reims, praticamente substituindo Kopa. Foram 145 gols em 152 jogos pelo clube, três títulos do campeonato francês e só não venceu a Champions porque parou no incrível Real Madrid.

RESERVAS:

1: Joël Bats (1983-1989)

2: Manuel Amoros (1982-1992)

3: Robert Jonquet (1948-1960)

4: Marius Trésor (1971-1983)

5: Patrick Vieira (1997-2009)

6: Patrice Evra (2004-2016)

7: Franck Ribéry (2006-2014)

8: Alain Giresse (1974-1986)

9: Jean – Pierre Papin (1986-1995)

10: Larbi Benbarek (1938-1954)

11: Éric Cantona (1987-1995)

Técnico: Arsène Wenger

Emerson Morelli

Fanático por futebol desde garoto, o colecionismo se tornou uma extensão disso.

You may also like...

2 Responses

  1. LUCIANO BRANDAO DE GODOI diz:

    concordo com a sua escolha, so trocaria o Henry pelo Cantona. ví ambos jogar é Cantona foi bem mais bola.

  1. 13/06/2018

    […] dos maiores ídolos da seleção francesa é o atacante Just Fontaine que entre 1953 e 1960 disputou 21 partidas e marcando 30 gols e até hoje detêm o recorde de mais […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *